Educação em Pauta

segunda-feira, novembro 14, 2005

Nota: Mais de 770 milhões de analfabetos no mundo

“No mundo há 771 milhões de pessoas com mais de 15 anos que carecem de capacidades básicas de leitura, escrita e cálculo”, destacou o relatório da Unesco. Setenta e cinco por cento destes analfabetos adultos vivem em doze países (Índia, China, Bangladesh, Paquistão, Nigéria, Etiópia, Indonésia, Egito, Brasil, Irã, Marrocos, República Democrática do Congo), segundo o estudo intitulado "A Alfabetização, um fator vital", que estabelece que "o analfabetismo anda junto, em grande medida, com a pobreza extrema”.

Embora o Brasil tenha sido apontado no grupo dos países com grande número de analfabetos, superior a 5 milhões de pessoas (junto com Afeganistão, Argélia, China, República Democrática do Congo, Indonésia, Iraque, Irã, México, Nigéria, Turquia e Tanzânia), o relatório destacou avanços no país no período de 1990 a 2000-2004. Em 1990, eram 17,33 milhões de brasileiros analfabetos (2% do total mundial), enquanto em 2000-2004, este número caiu para 14,87 milhões (1,9% do total mundial), representando uma queda no número de analfabetos de 2,466 milhões de pessoas.

Fonte: Ig Educação