Educação em Pauta

quinta-feira, dezembro 15, 2005

Entrevista: Projeto Videoteca Itinerante inova prática de ensino nas aulas de Literatura

Por Flávia Costa

A professora e coordenadora do Departamento de Língua Portuguesa do Ensino Médio do Colégio Antônio Vieira, Regina Luz, formada em Letras Vernáculas pela UFBA e especialista em Gramática e Texto pela UNIFACS, vem desenvolvendo uma prática de ensino-aprendizagem diferenciada nas aulas de Literatura, em algumas instituições em que atua. Um trabalho que começou somente com empréstimos de livros e hoje é voltado também para as narrativas cinematográficas, denominado assim de Projeto Videoteca Itinerante. Nesse projeto, os estudos literários são feitos a partir da utilização da linguagem audiovisual.

Flávia – Com que propósito surgiu o Projeto Videoteca Itinerante?
Profª. Regina Luz – A Videoteca Itinerante surgiu com o propósito de levar ao aluno a conhecer filmes, cuidadosamente selecionados, que abordem temas interessantes e decisivos na formação do indivíduo como cidadão.

Flávia - Porque trabalhar a linguagem audiovisual nas aulas de Literatura?
Profª Regina Luz – Trabalhar apenas o texto literário escrito não deve ser mais o dia-a-dia da sala de aula. Faz-se necessário acompanhar o movimento de transformação dos indivíduos, buscando diversificar as linguagens trabalhadas no curso.

Flávia – Que tipo de filmes são exibidos para os alunos neste projeto?
Profª Regina Luz – Obras literárias adaptadas, filmes cobrados em vestibulares, biografias de autores e outros, veiculados para análise e discussão.

Flávia – De que forma ocorre a aprendizagem dos alunos a partir da inserção dessa nova linguagem?
Profª Regina Luz – Relacionando a obra assistida a outros textos estudados em sala, rompe-se com o estilo tradicional, levando o aluno a identificar pontos em comum entre gêneros textuais diversos, instaurando assim uma prática dialógica. Dessa forma, o aluno constrói seu currículo cinematográfico com filmes importantes para sua formação e que ,muitas vezes, são desconhecidos por eles.

Flávia - Como é feita a avaliação da aprendizagem dos alunos neste projeto?
Profª Regina Luz - A avaliação visa à atribuição de notas , objetiva verificar se os objetivos do projeto foram alcançados.Como é feita? São propostas atividades diversificadas como escritura de resenhas, concursos de propagandas com a elaboração de cartazes e murais, produção de sinopses e outras. No final do projeto, já ocorreu, algumas vezes, a construção de um álbum com todas as atividades desenvolvidas, para a divulgação dos trabalhos realizados espontaneamente pelos alunos.

Flávia – Que resultados positivos estão sendo alcançados?
Profª Regina Luz - Esse projeto vem permitindo ,de forma prazerosa, que os alunos ampliem os horizontes em relação à análise de textos, conheçam a biografia de diferentes autores, aproximem-se da linguagem audiovisual pela interdisciplinaridade com a leitura de gêneros textuais dos mais diversos.Enfim...São muitos os resultados!